1. Afinal, qual é o limite de bagagens?


No preço da passagem já está incluso o transporte gratuito de sua bagagem, observadas algumas regras. A bagagem que vai no bagageiro pode pesar até 30 quilos e sua maior dimensão pode ter até um metro.

Já a bagagem de mãos não pode exceder cinco quilos. Além disso, evite levar malas com odores fortes para não incomodar de alguma forma os outros passageiros.


2. E se minha bagagem exceder o peso?


Você até pode levá-la pagando multa determinada de até 0,5% do preço da passagem pelo transporte de cada quilograma de excesso. Ou seja, dois quilos a mais são 1% do preço da passagem. Por isso, é importante se planejar na hora de arrumar a mala.


3. Extravio ou danos


Os volumes acomodados no bagageiro são de responsabilidade das empresas rodoviárias, que devem protegê-los contra danos e extravios. Para tal, um funcionário da empresa recebe e devolve as bagagens. Na falta dele, a atividade é de responsabilidade do motorista

Ao guardar a bagagem no compartimento, o passageiro deve receber um comprovante que deve manter consigo até a retirada dos volumes do bagageiro no final da viagem.

Em caso de dano ou extravio, o passageiro deve comunicar o problema logo ao final da viagem, registrando a reclamação em formulário indicado pela empresa responsável pelo transporte.

As transportadoras serão responsáveis por indenizar os clientes que tiverem a passagem extraviada ou danificada no prazo de 30 dias a partir da data de reclamação.